domingo, 17 de junho de 2012

A VIDA PELA ESPADA

A vida pela espada
Com um estilo de vida que combinava conduta irrepreensível, treinamento árduo e aperfeiçoamento constante, os samurais foram os unificadores do
Japão e marcaram para sempre o modo de ver o mundo da sociedade nipônica.

Samurais:
O termo samurai significa literalmente “aquele que serve” e designa o compromisso vitalício desses guerreiros com seus senhores nos tempos do Japão feudal. Inseparáveis de suas katanas (espadas longas), alguns samurais ainda utilizavam uma wakizashi (espada curta). O duplo conjunto de espadas, chamado de dai-shô, era um privilégio exclusivo dessa classe social. Se sua honra era ferida ou se a missão falhava por sua culpa, o samurai cometia o harakiri ou seppuku, o suicídio ritual com a própria espada, cortando o ventre.
A vida era entregue, pois sem honra não havia porque um samurai viver.
Na sociedade japonesa, esses guerreiros dispunham de imenso poder. Tinham o direito de executar qualquer pessoa hierarquicamente inferior -
fazendeiros, artesãos e comerciantes - que incomodasse os samurais ou que não se mostrasse respeitosa com seus superiores. Por isso, eram
figuras bastante temidas. Apesar da violência associada a esses guerreiros, ser um samurai era muito mais que ter habilidade para decepar
cabeças. Era preciso também ter um espírito puro para servir o seu senhor e lutar.
O hakama, calças largas que se estendem para os lados, era utilizado apenas por eles. É que, além de servir para esconder os pés do lutador
e impedir que o inimigo conhecesse seus movimentos, cada prega do hakama simboliza uma das sete virtudes que um samurai deve ter: a honestidade,
a lealdade, a coragem, a perseverança, a benevolência, a compaixão e a sinceridade. Por isso só um samurai de verdade poderia utilizá-lo.
O verdadeiro samurai era aquele pertencente à classe social dos samurais. Muitos dos guerreiros japoneses já nasceram em uma família de
militares. Isso significa que, desde crianças, eram introduzidos ao código de conduta samurai (o bushido) e aos treinamentos em artes
marciais e com a espada.
Embora os primeiros samurais tenham surgido no século X, sua importância na sociedade japonesa foi marcante a partir do início do século XI,
quando o clã que comandava o Japão na época, o Fujiwara, começou a perder poder. Por conta disso, a segurança das terras ficou comprometida,
fazendo com que vários proprietários contratassem samurais para se defender. Mais tarde surgiram os clãs militares e os samurais ganharam
notoriedade nacional.

O caminho do guerreiro
Como se tornar um grande samurai? Espírito guerreiro e força de vontade são essenciais, mas somente isso não formava um samurai no Japão.
É preciso saber o que fazer na hora certa, pois não há muito tempo para pensar. O inimigo não espera.
Se a família pertencia à classe samurai, o guerreiro já nascia um deles. Desde a infância sabia que deveria seguir o bushido, o código de
conduta dos samurais. Era instruído e treinado para ser um samurai. O bushido era ensinado oralmente, de geração em geração, de mestre para
discípulo. Uma das tentativas de colocar em palavras o bushido foi o livro Hagakure, de 1716, que constitui-se de 11 volumes. Nele, Tashiro
Tsuramoto recolheu os ensinamentos de Yamamoto Tsunetomo, samurai que deixou a luta para virar monge.
Segundo o bushido, para o samurai, viver é estar preparado para a morte, é saber morrer. Não que o código defenda o suicídio ou a morte por
motivos tolos, mas que se o samurai tiver que morrer, que não resista, que o faça com a devida honra. Ele não podia dar sinais de sofrimento
até cair morto e devia agüentar a dor sem pestanejar. A virtude suprema para o Bushido era a lealdade. O samurai eraeducado para servir.
Servir com lealdade, prontamente, incondicionalmente. A lealdade é levada a um nível supremo pelos samurais, que dariam a sua vida pelo seu senhor.Esse ideal pregado pelo bushido não caiu por terra junto com o feudalismo japonês. Seu espiríto faz parte da sociedade nipônica. O orgulho, a palavra e as atitudes são muito importantes para os japoneses. Nas empresas, virtudes como a lealdade são apreciadas e valorizadas até os dias de hoje.

 Roupa tradicional: Os samurais possuíam quimonos que tinham gravados os brasões da família à qual                  pertenciam, os Montsuki hakama                                                                                                                                          
                                                                        Katanas                                                                                                             

VOCALOID VOCÊ SABE OQUE É?

Vocaloid  é um software de síntese de voz desenvolvido através de um projeto de investigação entre a Universidade Pompeu Fabra, na Espanha e Yamaha, que apoiou financeiramente o desenvolvimento e, mais tarde desenvolveu o software para o produto comercial "Vocaloid". Ele usa tecnologia de sintetização de voz gravada especialmente de atores ou cantores. Para criar uma canção, o usuário deve ter a melodia e a letra. Um piano de interface é usado para introduzir a melodia e as letras podem ser inseridas em cada nota. O software pode alterar a ênfase das pronúncias, adicionar efeitos como vibrato, ou alterar a dinâmica e o tom da voz. Cada Vocaloid é vendido como "um cantor em uma caixa" projetado para funcionar como um substituto para um cantor real. O software é destinado a músicos profissionais, bem como outros usuários até agora têm vendido a ideia de que os únicos limites são as habilidades próprias dos usuários.
Yamaha anunciou seu desenvolvimento em 2003, e em 15 de janeiro de 2004, Leon and Lola, o primeiro software foi lançado. Não foi lançado como um produto Yamaha, mas um pacote de softwares de Vocaloid Singer Libraries foi desenvolvido por terceiros, e incluía o software Vocaloid da Yamaha. Leon, Lola, e Miriam (Miriam usando a voz deMiriam Stockley) foram lançados pela Zero-G Limited, enquanto Meiko (lançado em 5 de outubro de 2004 e usando samples vocais da cantora japonesa Meiko Haigo) e Kaito foram lançados pela Crypton Future Media
Em janeiro de 2007, a Yamaha anunciou uma nova versão do software , Vocaloid2, com vários grandes melhorias nausabilidade e qualidade de síntese. Zero-G e outros produtos anunciados alimentado pelo motor de um novo software no início de 2007. PowerFX lançou o pacote Vocaloid2 primeira em junho de 2007, um produto chamado Inglês Sweet Ann. Logo em seguida, em agosto de 2007, quando lançou Crypton Hatsune Miku, a primeira de uma série de japonês vozes Vocaloid 2 caracteres. O segundo pacote Kagamine Rin / Len foi lançado em 27 de dezembro de 2007 e a edição atualizada "act2" foi lançado em julho de 2008. O primeiro Vocaloid 2 produto da Zero-G, Vocaloid Prima, uma voz Inglês clássicos, foi finalmente lançado em 14 de janeiro de 2008 no Reino Unido e 22 de fevereiro de 2008 no Japão. Ele foi originalmente agendado para lançamento na primavera de 2007. Prima foi apresentada na Feira NAMM 2008; O terceiro produto da Vocaloid 2 Crypton, Megurine Luka, foi colocado à venda em 30 de janeiro de 2009, ela é o segundo bi-lingual produto Vocaloid, mas o primeiro a ser capaz de cantar em Japonês e Inglês.A Vocaloid Mais conheçida é Hatsune Miku.
Essa boneca holográfica 3D extremamente realista tem feito muito sucesso no japão e em muitos outros lugares do mundo.

Parece ficção, mas é pura realidade: ela faz shows e leva o público à loucura ela canta ,dança, interage com a plateia como se fosse de verdade.E para os brasileiros que gostam de vocaloid é torçer para que eles façam um turnê no Brasil com a Tão famosa MikuAs Musicas mais acessadas de Hatsune Miku São World is Mine, Love is War, Last Night, Good Night entre outras. 

J-MUSIC


J Music

J-Music é a sigla utilizada para denominar a música japonesa em todos os seus gêneros. No Brasil, os estilos mais conhecidos são o J-Pop, o J-Rock e a música Enka (estilo tradicional japonês).



J-Rock (Japanese Rock): Consiste na mistura de diversas vertentes musicais como rock, metal e, muitas vezes, uso de instrumentos relacionados à música clássica, tais como violino, violoncelo, orgão, cravo e piano.
Sub-Categorias do J-Rock :
Visual Kei: um movimento que mistura vários estilos musicais no qual as bandas usam roupas e maquiagens elaboradas e perfomances extravagantes, e cuja ideologia inicialmente os levava a tentar mudar a visão da sociedade.
Sub-Gêneros de Visual Kei:                        
Kotevi kei : O kotevi kei tem tendência a dar mais ênfase à presença de palco do que a performance musical em si, sendo caracterizado pelo uso de roupas esplendorosas e vistosas. As bandas atuam predominantemente na cena indie (independente), com poucos grupos atuando como major. Exemplo de bandas: L'Arc~en~Ciel.
Kurofuku kei : Segundo o nome, é um estilo cuja base é formada pelas roupas com elementos pretos. Refere-se a bandas do final da década de 1980 e da primeira metade da década de 1990, que possuíam um estilo mais obscuro, com possível referência ao gótico. Exemplos de bandas: BUCK-TICK,LUNA SEA, ZI:KILL, Kuroyume eBY-SEXUAL.
Soft Visual Kei : Conforme o nome, são bandas que utilizam como fundamento roupas pouco chamativas e maquiagem leve (por exemplo, apenas base). É o estilo de visual que possui o maior número de fãs homens. Surgiram com força no final da década de 1990, com diversas bandas atuando como major ou próximos disso, ao contrário do kotevi kei, que ganhava destaque na cena indie, na época. Exemplo de bandas:  GLAY, SIAM SHADE, SOPHIA, Janne Da Arc e Sid.
Oshare Kei :Encaixam-se neste rótulo bandas que se vestem com roupas "fashion" (com mais pormenores e mais vistosas). Esses grupos explodiram na cena indie entre 2002 e 2004, quando a influência das bandas kotevi kei começou a cair, é comum ouvir composições mais pop e "coloridas" do que as de outras bandas, incorporando uma tendência de um ritmo mais variado. Exemplos de bandas:  AN CAFE, Ayabie, Charlotte, Aicle, SuG.
Koteosa Kei : Tornando-se popular a partir de 2005, é percebido com um estilo para o qual o oshare kei teria "evoluído". Tanto pela aparência quanto pela música, pode-se pensar que é resultante da fusão de oshare e kotevi kei. Exemplo de uma banda: LM.C.
Nagoya Kei :Um dos termos genéricos usados para designar as bandas de visual kei cujas atividades se concentram nos arredores de uma determinada cidade ou região japonesas, no caso, Nagoya. Exemplos de bandas: Kuroyume,ROUAGE,Laputa e FANATIC◇CRISIS.
Anguro Kei : "Angura" é uma palava japonesa equivalente à inglesa "underground", um termo que designa manifestações alternativas e de pouca exposição na mídia. O conceito do angura kei foi aplicado primeiro nos teatros japoneses nos anos 1960 e depois em outras formas de arte, como pintura e música. A intenção era criar algo unicamente japonês, uma contracultura, se opondo à invasão cultural estadunidense—que começou após a Segunda Guerra Mundial. Exemplos de bandas: Inugami Circus Dan.
Eroguro Kei : A palavra "eroguro" é uma mistura adaptada para o japonês das palavras "erotic" ("erótico" em inglês) e "grotesque" ("grotesco" em inglês). O termo "eroguro kei" vem do movimento "eroguro nonsense", estilo artístico criado no Japão por volta de 1920, expressado através da literatura, artes visuais e, no final dos anos 1980, na música, principalmente no movimento visual kei. Temas decorrentes do eroguro kei são representações decadentes de sexualidade, horror chocante e humor sádico, embora isto não seja uma regra. Exemplos de bandas: Merry, cali≠gari, Guruguru Eigakan e Dagashi Kashi.
Iryou Kei : Nome dado às bandas que chegaram a usar aparência que remete a uma atmosfera médica, como roupas de hospital, gazes ou curativos de olhos. Exemplos   de bandas: PIERROT, MALICE MIZER e La'Mule.                                                      
                                                                                                                                                              s                                                                                                                                                         
The GazettE                                                                                                                                       

J-Metal (Japanese Metal) que é o Visual Kei, imagine uma mistura de Glam com         Gothic Metal, com cabelos extravagantes e maquiagem, eles são bons musicalmente falando.                                                                                                          
Onmyouza                                                            


J-pop (Japanese Pop): Pode ser considerado como similar à música Pop ocidental. Uma de suas peculiaridades está na linguagem simples e nos instrumentos musicais utilizados, mais modernos, como bateria e guitarra.

Ayumi Hamasaki


J- Hip Hop (Japanese Hip Hop) : Muito pouco famosa no Brasil, o hip hop japonês em geral tende a ser mais diretamente influenciada pelo hip hop old school, levando de batidas atrativas da época, cultura, dança e diversão em geral e da natureza despreocupada e incorporá-lo em sua música. Como resultado, o hip hop se destaca como um dos gêneros mais tradicionais da música comercialmente viável no Japão.

Teriyaki Boyz


Enka : Era a antiga música popular japonesa e hoje é mais conhecida entre as          gerações mais velhas. O estilo é definido como a música do sentimento, onde tudo  aquilo que não pode ser expresso por palavras é transformado em canção.              

Meiko Kaji





4minute

Kon'nichiwa Minna ,hoje vamos falar sobre 4minute                                               4minute (em coreano: 포미닛) é um girl group sul-coreano. O grupo de cinco membros é uma criação da Cube Entertainment, liderado pela vocalista Ji Hyun, a mais velha do grupo. No entanto, a maior parte da popularidade vem de Hyuna, ex-membro dogrupo Wonder Girls. 4minute segue o estilo chamado de "Candy Funky Style".O grupo estreou com o seu primeiro single "Hot Issue" em 15 de Junho de 2009. O segundo single das meninas é a canção "Muzik", que foi lançada no começo de setembro. "Muzik" se tornou "hit" pela Coréia e ganhou até um Mutizen (prêmio de música mais executada no país). Após o sucesso dessa composição, as meninas lançaram o single "What a Girl Wants" e um single especial de Natal, "Jingle Jingle", com a parceria do cantor Mario na canção e no vídeoclipe. Ainda em 2009, gravaram uma participação especial na música "Heard 'Em All" da cantora americana Amerie em um formato remix.Em 2010 divulgaram seu segundo EP intitulado "Hit Your Heart", que possui dois singles "HuH" e "I My Me Mine". Em julho daquele ano, gravaram uma faixa chamada "Superstar" para um programa de caça talentos da Coréia. Lançaram também seu terceiro e quarto single japonês, First/Dreams Come True e WHY.Em 2011 lançaram seu primeiro álbum completo, intitulado "4Minutes Left", que tem dois singles "Heart To Heart" e "Mirror Mirror". Em Agosto, do mesmo ano lançaram a versão japonesa da música "Heart To Heart" como 5º single japonês,e em dezembro lançaram seu 6° single japonês intitulado Ready Go.Atualmente lançaram seu novo EP intitulado Volume Up,onde estão promovendo a música titulo do álbum.

Índice

  [esconder

[editar]Integrantes

  • Nam Jihyun (남지현) - líder, vocalista. 9 de janeiro de 1990.
  • Heo Gayoon (허가윤) - vocalista principal. 18 de maio de 1990.
  • Jeon Jiyoon (전지윤) - vocalista principal, rapper de apoio. 15 de outubro de 1990.
  • Kim Hyunah (김현아) - vocalista, rapper principal, dançarina principal. 6 de junho de 1992. (ex-Wonder Girls)
  • Kwon Sohyun (권소현) - vocalista, rapper de apoio. 30 de agosto de 1994.

[editar]Participações especiais

  • Kim HyunAh - lançou como música solo "Change",com participação de Jun Hyung (BEAST).
  • Kim HyunAh - lançou como uma de suas músicas do mini albúm "Bubble Pop!" a música A Bitter Day, com participação de Jun Hyung (BEAST) e G.NA.
  • Kim HyunAh - faz uma participação com a cantora G.NA na canção Together Forever(Say You Love Me).
  • Kim HyunAh - faz parte da sub-unidade TroubleMaker com HyunSeung (BEAST).
  • Jeon JiYoon - fez parte do último CD de Lee Hyori,na faixa "Bring It Back"
  • Jeon Jiyoon - fez parte da faixa "Look Only At Me" da cantora Woo Yi Kyung.
  • Heo GaYoon - junto a várias personalidades da Coreia, participou da música "Let's Go" do projeto G20.
  • Heo GaYoon - fez parte da faixa "Bad Guy Good Girl" da dupla Sunny Side.
  • Nam JiHyun - foi co-estrela do clipe "You Are The Best Of My Life" do cantor Lee Hyun.
  • Kwon SoHyun - fez uma participação especial no videoclipe "Crazy" da boy-band Teen Top.

[editar]Discografia

[editar]Discografia Coreana

[editar]Álbuns de Estúdio

  • 4minutes Left (2011)

[editar]EPs

  • For Muzik (2009)
  • Hit Your Heart (2010)
  • Heart To Heart (2011)
  • Volume Up (2012)

[editar]Singles

  • Hot Issue (2009)
  • Muzik (2009)
  • What A Girls Want (2009)
  • Jingle Jingle (2009)
  • HUH (2010)
  • I My Me Mine (2010)
  • Heart To Heart (2011)
  • Mirror Mirror (2011)
  • Volume Up (2012)

[editar]Discografia Japonesa

[editar]Álbuns de Estúdio

  • Diamond (2010)

[editar]Singles

  • Muzik (versão japonesa) (2010)
  • I My Me Mine (versão japonesa) (2010)
  • First/Dreams Come True (2010)
  • WHY (2011)
  • Heart To Heart (versão japonesa) (2011)
  • Ready Go (2012)

[editar]Prêmios

AnoPrêmios
2009
2010
2011
  • 20th Seoul Music Awards: Bonsang Award ("HUH")[7]
  • 2nd Billboard JAPAN Music Awards 2010: Korea Billboard Special Award[8]
  • 2nd Billboard JAPAN Music Awards 2010: Japan New K-pop Artist of The Year Award[8]

[editar]Posições no chart GAON

[editar]Singles

AnoMúsicaPeak no ChartÁlbum
KOR
Gaon
[9]
2009
"Hot Issue"5For Muzik
"Muzik"3
"What A Girl Wants"16
2010
"HuH"3Hit Your Heart
"I My Me Mine"9
2011
"Heart to Heart"54minutes Left
"Mirror Mirror"2



sábado, 16 de junho de 2012

por hoje é só

Bem minna por hoje é so , ate amanha .                                                                       vou posta agumas musicas da kagamine rin


Shibuya 109 Girl´s Festival 2012!


Já era hora do Edifício Shibuya 109 ter seu próprio show de moda!
O 1º Shibuya 109 Girls Festival foi realizado no dia 12 deste mês com as principais marcas do EdifícioShibuya 109 (que até então só eram apresentadas em desfiles como o Tokyo Girls Collection). O evento com entrada grátis teve a participação além de modelos conhecidas de revistas e marcas do edifício, a cantora Kana Nishino e o grupo coreano After School. Confira aqui as fotos dos desfiles. ♥
Kana Nishino
After School
Encerramento Shibuya 109 Girl´s Festival

Sub-estilos do Visual Lolita – BitterSweet Lolita ♥


Depois de um tempo sumida vou falar de um sub-estilo Lolita recentemente descoberto por mim ♥:
Recentemente (um ano pra cá) tenho acompanhado algumas lolitas, principalmente internacionais, que foram ousando e criando algo que para mim era inusitado. Um visual Sweet Lolita misturado com elementos góticos. Muitas garotas adoram Sweet Lolita, pela silhueta, estampas e laços, porém nem todas são fãs de cores pastéis, acredito que a necessidade de criar um outfit sweet com cores pesadas foi o que criou esse sub-estilo.
Já aviso, o que estou dizendo aqui é minha dedução e não certeza afirmativa! Li sobre esse visual em muitos blogs, fóruns e livejournals, como é street fashion não existe uma explicação 100% correta.
  • De onde surgiu?
Bittersweet é Agridoce, ou no contexto da palavra separada bitter é amargo e sweet é doce.
Parece que foram lolitas dos EUA que surgiram com esse termo. Ele não é reconhecido no Japão, na verdade quase ninguém reconhece esse nome, é algo não muito utilizado, todos ainda preferem chamar de Sweet Lolita de preto!

  • Características
É Sweet Lolita, ou seja, babados, laços, saias enormes e tudo mais. O que difere são as cores, que apelam para preto principalmente e para cores escuras como roxo. Outra diferença são os detalhes que remetem a Gothic ou Punk, como cruzes, morcegos, caveiras e monstrinhos. E também os sapatos pendem para botas, coturnos e creepers! Acredito que não é necessário existir toques de Gothic/Punk pra entrar nessa categoria, só usar preto com Sweet já te faz uma BitterSweet Lolita. Nas fotos abaixo vou mostrar:
  • Exemplos
Primeiro BitterSweet lolita só pelo fato de ser sweet carregado em preto:
fonte: http://takulu.blog79.fc2.com fonte: http://asumae.livejournal.com
.
.
.
.
fonte: http://ayubutts.tumblr.comfonte: http://lavenderlillies.livejournal.com
.
.
.
.
.
Agora com toques de Gothic e Punk:
fonte: http://cadney.tumblr.comfonte: http://pastelbat.tumblr.com.
.
.
.
.
.
fonte: http://pastelbat.tumblr.com
fonte: http://vanillablitz.blogspot.com.
.
.
.
.
Agora só para comparar uma bittersweet com toques Gothic/Punk e uma só de preto, ambas com a mesma print e meias: